Saiba Mais

Soluções empresariais em mediação

oque-e-uma-ideia
A ideia da cultura da mediação privada é que as pessoas levem para a Justiça apenas causas que tenham o Estado enquanto parte. Assuntos privados deveriam ser resolvidos em ambiente privado. Sem falar na importante necessidade de desafogar o volume de processos judiciais (mais de 110 milhões hoje em dia). 
Trata-se de um mercado promissor no Brasil mas muito rentável nos EUA pois é praticado desde a década de 70. Grandes demandas empresariais nos EUA hoje em dia são resolvidas via mediação privada. 
São muitos os motivos para eleger a mediação empresarial privada, dentre eles: sigilo das informações, celebração de um acordo com autonomia das partes e sem terceiro julgando, é mais rápida e mais barata do que um processo judicial, é uma forma elegante e diplomática de resolver um problema com a outra parte e ainda assim preservar a relação negocial, diferente da esfera judicial quando se cria uma relação de adversários.
Hoje no RJ existem diversas câmaras privadas de mediação abertas, na qual as próprias partes levam espontaneamente sua demanda, sendo um serviço cobrado com taxas e pago por hora. No Judiciário a mediação judicial é uma etapa processual obrigatória. Ou seja, a cultura da mediação já é uma realidade hoje no Brasil. 
 A mediação de conflitos privada no contexto empresarial pode ser vendida como solução nos seguintes modelos:
a) work place mediation (mediação no local de trabalho) – funciona como um núcleo de mediação estabelecido dentro da empresa, podendo atuar em  sinergia com o Departamento de Recursos Humanos (clima organizacional) e/ou também com o Departamento Jurídico (prevenção de litígios). 
 Alguns exemplos de situações reais em empresas nas quais a mediação pode facilitar:
– conflitos internos (funcionários x chefia, funcionários x funcionários, entre os diretores)
– conflitos externos (fornecedores x empresa, clientes x empresa)
– negociação de qualquer espécie (contratos, cláusulas, dívidas, parcerias, acordos)
– facilitação de diálogos (feedbacks, reuniões, rescisões, contratações, decisões no cenário de crise, dissolução de sociedades, etc)
– mediação estratégica – atua prevendo focos de conflito e mapeando antes para planejar a transação
Entre em contato!