Saiba Mais

Presidente do Togo convidado a mediar crise na Guiné-Bissau

O Presidente do Togo, Faure Essozimna Gnassinbgé, foi convidado a fazer a mediação na crise política persistente na Guiné-Bissau, declarou, em Lomé, o representante especial da Organização das Nações Unidas (OMU) na Guiné Bissau, Modibo Touré.

“Contamos com Faure Gnassingbé para poder dar o seu apoio em termos de mediação na crise política e institucional neste país”, disse o diplomata, citado no site Republic of Togo, no termo de uma visita, sexta-feira, à capital togolesa.

Eleito presidente em exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), a 4 de junho, o chefe de Estado togolês terá a pesada missão de intervir em diversas crises que abalam a sub-região oeste-africana.

Desde 2015, a Guiné-Bissau atravessa uma crise política na sequência da demissão, pelo Presidente da República, José Mario Vaz, do então primeiro-ministro, Domingos Simões Pereira.

Fonte: https://africa21digital.com/2017/06/19/presidente-do-togo-convidado-mediar-crise-na-guine-bissau/