Saiba Mais

O Mediador do Reclame AQUI realizará Fórum ‘Conflito sem Conflito’ em SP

Palestrantes com expertise na área e em direitos do consumidor do Brasil e dos Estados Unidos vão mostrar os caminhos, dificuldades e desafios para solução de conflitos

No próximo dia 26, a cidade de São Paulo será palco do 1.º Fórum Conflito sem Conflito, que reunirá alguns dos mais experientes profissionais ligados à mediação para discutir os caminhos dessa área que vem crescendo nos últimos anos. O evento será promovido pela plataforma O Mediador, ferramenta lançada em junho em pelo Reclame Aqui, que possibilita a clientes e empresas a resolução de problemas diretamente entre si, por meio apenas de um computador ou celular e um mediador. As inscrições para o evento podem ser feitas em www.omediador.com.br/conflito-sem-conflito/. O fórum será realizado a partir das 9 horas no espaço de eventos Sapato Laranja – Av. Eng. Luís Carlos Berrini, 1.253 – 12.º andar – Brooklin.

O fundador e presidente do Reclame Aqui, Mauricio Vargas, fará a abertura do evento para falar sobre A disruptura do consumidor: você sabe o que vai acontecer com a sua empresa nos próximos 5 anos? “O mundo mudou, empresas e consumidores estão se relacionando de outra forma e a mediação faz parte dessa evolução. Hoje, as empresas podem diminuir até 40% dos seus gastos em ações judiciais com essa resolução de conflitos.”

O Prof. Kazuo Watanabe, um dos autores do Código de Defesa do Consumidor e um dos principais nomes da mediação no Brasil também comparecerão no fórum, vem para bater um papo sobre A Evolução da Mediação no Brasil.

Um dos convidados será o palestrante Rubens Pessanha, que trabalha para o Better Business Bureau (BBB), organização internacional com mais de 100 anos de história e conhecida também por ser a maior mediadora de conflitos do mundo. Atualmente com 107 delegações, o BBB está presente nos Estados Unidos, no Canadá e no México.

O CEO de O Mediador, Carlos Stumpo, explicará o funcionamento da plataforma online de mediação, recém-lançada pelo Reclame Aqui. “Atualmente, os juizados de pequenas causas estão com 85 milhões de processos em fila de espera. O objetivo dessa plataforma, além de aliviar e desburocratizar o impacto no Judiciário, é mostrar a mediação como transformação do mundo”, ressalta Stumpo.

A presidente da Associação Brasileira de Parentes e Amigos de Vítimas de Acidentes Aéreos (Abrapavaa), Sandra Luiza Signorelli Assali, também marca presença junto com o Dr. Diego Faleck e Dra. Alessandra Bonilha, diretora do CONIMA, para uma mesa redondo falando sobre  o uso da mediação como uma nova forma de justiça.

A mediação no Brasil
A mediação surgiu em 2006 e ganhou força no Brasil em 2015, com a aprovação da Lei 13.140. O objetivo foi desafogar a Justiça e desburocratizar os processos. Antes dessa legislação, o trâmite para a solução de conflitos para o consumidor começava com a contratação de advogado, seguida de entrada com o pedido na Justiça, audiência de conciliação, possível contestação, réplica, tréplica, sentença e eventual recurso.

“Todo esse processo levava, no mínimo, seis meses para ser concluído e custava em média, R$ 140 bilhões para o País. Na mediação, não há advogado, audiência, juiz nem burocracia, mas, sim, a vontade das partes de solucionar os problemas, além da figura de um profissional de mediação”, finaliza Stumpo.

Para mais informações, acesse: www.omediador.com.br

Serviço:
Evento: 
Fórum Conflito sem Conflito – A mediação como transformação do mundo
Dia: 26 de Julho de 2017
Horário: das 9 h às 17h30
Local: Sapato Laranja
Endereço: Av. Eng. Luís Carlos Berrini, 1253 – 12º andar – Brooklin
Inscrição: www.omediador.com.br/conflito-sem-conflito/

Fonte: https://www.omediador.com.br/blog/1o-conflito-sem-conflito-a-mediacao-como-transformacao-do-mundo/